Recuperação Energética Evitaria 91 milhões de Toneladas de CO2 ao Ano

O uso de resíduos sólidos urbanos para produção de energia (tecnologia conhecida como Waste-to-Energy, ou WTE) é uma alternativa que, além de reduzir em 96% a quantidade de materiais destinados a aterros sanitários, também pode evitar emissões de 91 milhões de toneladas de CO2 por ano.

Os dados são de uma pesquisa da Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos, que avalia serem necessários investimentos da ordem de R$ 78,3 bilhões para serem implantados programas de recuperação energética de resíduos em usinas de tratamento térmico.

Para chegar a essa estimativa, a associação levou em consideração 28 regiões metropolitanas com mais de 1 milhão de habitantes e os municípios com mais de 200 mil habitantes, que respondem por 58% de todo o lixo urbano gerado no Brasil. Nesse cenário, seriam gerados 46 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos por ano, das quais 62% seriam destinadas para usinas de recuperação energética; 21% para produção de Combustíveis Derivados de Resíduos (CDR); 11% para biogás e 6% para reciclagem. Apenas 4% iriam para aterros sanitários.

Leilão A5 terá foco em recuperação energética

Cada tonelada de resíduos tratada – ou seja, enviada para remoção dos recicláveis e, depois, para geração de energia – permite a redução de aproximadamente duas toneladas de gases de efeito estufa, segundo um estudo realizado pelo IEA Bioenergy. Assim, mesmo considerando que somente 50% dos resíduos urbanos sejam utilizados para geração energética, em substituição aos combustíveis fósseis, seria possível reduzir 5% das emissões de gases de efeito estufa no país.

No Brasil, o uso de resíduos como fonte de energia ainda não está consolidado e inclusive enfrenta resistência por parte de alguns órgãos ambientais, de acordo com a Abren. No entanto, esse cenário pode mudar a partir do leilão A5 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel. O certame irá considerar, pela primeira vez, novos projetos de Waste-to-Energy.

Fonte: ENGIE

 

Um comentário

  1. fabio said:

    se o nosso povo soubesse reciclar. tivesse cosciencia disso.
    a natural agradeceria.

    30/12/2021
    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.