Região Nordeste é pioneira em produção de Energia Limpa

A energia solar fotovoltaica vem se tornando cada vez mais popular, acessível e fundamental no Brasil e a região Nordeste é pioneira quando o assunto é produção de energia limpa. Segundo levantamento do Meu Financiamento Solar, o Nordeste é responsável por 2 GW em painéis solares em operação, o que equivale a 20% do mercado total de geração distribuída do país e corresponde a quase duas hidrelétricas de Sobradinho, na Bahia.

O Maranhão ocupa o quarto lugar entre os nove estados da região, com 239 MW em painéis solares instalados em telhados de casas, empresas, fazendas e prédios públicos. O estado é seguido por Pernambuco, com 293 MW, Ceará, 358 MV e, em primeiro lugar, a Bahia, com 409 MW.

Segundo Iasmym Jorge, gerente comercial do Meu Financiamento Solar, maior fintech de crédito para o segmento no Brasil, a região possui grande potencial para energia solar. “Em 2021, foi a segunda maior área do país em novas conexões de sistemas fotovoltaicos em telhados e hoje atende cerca de 250 mil consumidores”, comenta.

Em março deste ano, o volume de propostas de financiamento cresceu 33% em comparação com o mesmo período do ano passado. No MFS, a região Nordeste corresponde a 38% do volume nacional de propostas de crédito. “Somos uma plataforma de financiamento para energia solar do banco BV e temos grande parceria com integradores. Concedemos créditos de até meio milhão de reais para pessoas físicas e até 3 milhões de reais para empresas, com a facilidade de pagamento em até 7 anos”, reforça, Iasmym.

Sobre o Meu Financiamento Solar

O Meu Financiamento Solar, maior fintech de crédito para energia solar do Brasil, nasceu em 2017 como parte do Grupo Portal Solar e, em 2020, passou a ser uma solução do banco BV. Com aprovação 100% digital, rápida e segura, a fintech tem como principal objetivo oferecer linhas de crédito para que pessoas físicas e empresas consigam colocar em prática projetos de energia solar em imóveis comerciais e residenciais e, assim, economizar até 95% nas despesas com energia elétrica.

Fonte: Pense Numa Notícia.

Um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.