4 Estratégias para um Avanço Global em Energia e Mudanças Climáticas

O cumprimento da meta do acordo climático de Paris de manter o aquecimento global abaixo de 1,5 °C (2,7 F) exigirá a redução dos combustíveis fósseis e o aumento da energia renovável e da eficiência energética, além de manter o dióxido de carbono fora da atmosfera com técnicas como captura e armazenamento ou uso de carbono.

4 Prioridades estratégicas

Fazer com que as políticas de energia e clima em todo o mundo sigam na mesma direção é uma tarefa assustadora. Aqui estão quatro estratégias que podem ajudar os países a navegar nesse espaço:

1) Implantar preços e mercados de carbono de forma mais ampla

Atualmente, apenas alguns países, estados e regiões têm preços de carbono altos o suficiente para forçar os poluidores a reduzir suas emissões de dióxido de carbono. As negociações climáticas na Escócia se concentrarão em acertar as regras para os mercados globais.

2) Concentrar a atenção nos setores “difíceis de descarbonizar”

Transporte marítimo, frete rodoviário e setores como cimento e aço são difíceis para reduzir as emissões, em parte porque ainda não testaram substitutos acessíveis para os combustíveis fósseis.

3) Envolver a China e outras economias emergentes

É claro que o carvão, o combustível fóssil com maior intensidade de carbono, precisa ser eliminado rapidamente. Como mais da metade do carvão global é consumido na China, suas ações se destacam, embora outras economias emergentes como Índia, Indonésia e Vietnã também sejam críticas.

4) Foco na inovação

O apoio à inovação nos trouxe energia renovável de ponta e veículos elétricos mais rápido do que o previsto. Energia eólica offshore, geotérmica, captura de carbono e hidrogênio verde são novos desenvolvimentos que podem fazer uma grande diferença nos próximos anos.

Fontes: Ambiente Brasil, BBC,WWF.

Seja o primeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.