Cervejaria em Cingapura produz bebida a partir de esgoto tratado

As cervejas artesanais fazem sucesso entre apreciadores da bebida e podem ser encontradas nas mais variadas receitas, desde versões mais tradicionais a opções com mel e especiarias. Em Cingapura, uma cervejaria local expandiu a lista de ingredientes na bebida com uma solução improvável: água do esgoto tratado.

Fruto da colaboração entre a agência nacional de água do país (PUB) e a cervejaria artesanal local Brewerkz, a bebida alcóolica utiliza água potável obtida a partir do tratamento dos efluentes dos vasos sanitários da cidade. Desde 2003, a cidade de Cingapura possui um tratamento especial que desinfeta o esgoto com luz ultravioleta e passa o líquido através de membranas avançadas para remover partículas contaminantes.

O resultado final é uma água com padrão de potabilidade, própria para consumo humano. Essa é a água utilizada na cerveja NEWBrew, produto que estreou no mercado em abril. Segundo a fabricante, os lotes iniciais já esgotaram nos restaurantes e devem acabar nas prateleiras dos mercados no próximo mês.

“Eu realmente não poderia dizer que isso era feito de água de vaso sanitário”, disse à Bloomberg Chew Wei Lian, de 58 anos, que comprou a cerveja para experimentar. “Eu não me importaria de tê-la na geladeira”, acrescentou. A nova Blond Ale é descrita como uma bebida refrescante e de sabor leve, “perfeita para o clima tropical de Cingapura”.

A PUB diz que a nova cerveja faz parte de um esforço para educar a população num momento em que o suprimento mundial de água doce está cada vez mais sob pressão. Países como Israel e Cingapura têm adotado soluções de reuso inusitadas na agricultura e indústria para enfrentarem o crescimento da demanda por comida e a escassez hídrica. E centros cosmopolitas como Los Angeles e Londres também estudam planos para utilizar água reciclada.

O uso de água residual tratada para produção de cerveja já fisgou interesse de outras empresas pelo mundo. De acordo com a Bloomberg, a sueca Nya Carnegie Brewery, em Estocolmo, fez parceria com a gigante cervejeira Carlsberg e o IVL Swedish Environmental Research Institute para lançar uma versão, enquanto no Canadá, a Village Brewery se uniu a pesquisadores da Universidade de Calgary e a empresa de tecnologia de água dos EUA Xylem para lançar uma linha semelhante.

Fonte: Um Só Planeta.

Seja o primeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.