Manifestação pelo Futuro

Protesto de milhares de ativistas na cidade palco da Conferência Mundial sobre Mudanças Climáticas (COP26) pede mais urgência, menos discursos bonitos e ações concretas dos líderes mundiais para combater o aquecimento global. Quase uma semana após o início do evento, em Glasgow, cerca de 10 mil pessoas participaram de um protesto do movimento Greve pelo Futuro (Fridays for Future), realizado na cidade escocesa na última sexta feira (05/11/21).

A multidão incluiu cidadãos de todas as idades, até mesmo crianças, que caminharam em passeata em direção ao centro da cidade, onde estavam programados discursos de alguns dos mais proeminentes ativistas do mundo. Cartazes estampavam dizeres como “O capitalismo está matando o planeta”, “Vamos agir agora” e “Os dinossauros também pensavam que tinham tempo”.

Segundo a correspondente da DW em Glasgow, Ajit Niranjan, há um sentimento de revolta entre os manifestantes, mas também esperança. “Alguns daqueles com quem falamos afirmaram que muitas vezes sentem estar nas negociações apenas como convidados simbólicos para representar os jovens, mas não têm voz”.

Os jovens ambientalistas também reivindicam que os países envolvidos entreguem os $100 bilhões já prometidos, além de fundos adicionais para desastres climáticos, e promovam políticas climáticas para proteger os trabalhadores e os mais vulneráveis.

Fontes: DW, Ambiente Brasil, IstoÉ.

5 Comments

  1. Cláudio J M R Dantas said:

    O capitalismo bronco está matando a sua ( e,via de consequência, a nossa) galinha dos ovos de ouro.

    08/11/2021
    Reply
  2. Caso esse dinheiro fosse para cuidar do Planeta, metade dos problemas atuais não existiriam

    08/11/2021
    Reply
  3. MINERVINO WANDERLEY NETO said:

    O futuro começa agora!

    06/11/2021
    Reply
  4. Geraldo Alves S. Junior said:

    O orçamento de trilhões de dólares para armas é um crime contra a humanidade. Menos armas e mais recursos para salvar nossa espécie.

    06/11/2021
    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.