Prefeitura do Natal inicia manejo arbóreo preventivo das árvores da Zona Leste

A Prefeitura do Natal, por meio do Departamento de Paisagismo da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos – Semsur, iniciou nesta segunda-feira (09) uma ação de mitigação de riscos da arborização urbana da capital. O manejo arbóreo fará inicialmente a análise da saúde das árvores das grandes avenidas da zona Leste e, na sequência, alcançará as demais regiões da cidade. A Ação, que contará com apoio de um tomógrafo para obter um diagnóstico sobre o estado de cada árvore, vai incluir poda, tratamento fitossanitário e  descupinização.

A Semsur começou hoje o manejo em trechos das avenidas Romualdo Galvão e Hermes da Fonseca. Nesta terça-feira (10) prossegue na Rua Jundiaí, numa ação conjunta com a Secretaria Municipal de Transportes Urbanos (STTU) que fará o isolamento do trânsito nos trechos na rua Jundiaí, entre os cruzamentos da avenida Prudente de Morais até a avenida Rodrigues Alves.

Segundo a diretora do Departamento de Paisagismo da Semsur, Renata Larissa, a Semsur está dando inicialmente uma maior atenção a essas três avenidas, por possuírem as espécies mais antigas da cidade e onde já ocorreram notícias de queda de galhos. Muitas árvores de trechos dessas avenidas já estão com idade avançada, são ainda da década de 1950 e 1960, possuindo entre 60 e 70 anos.

“Utilizaremos o tomógrafo nas espécies mais antigas e naquelas que apresentarem mais fragilidade, conforme análise técnica. No manejo de poda haverá a retirada de todos os galhos apodrecidos, além da diminuição da copa, incluindo o seu rebaixamento, de modo a aumentar a sobrevida de alguns vegetais e evitar possíveis quedas”, explica Renata. Após as três avenidas, a programação tem prosseguimento na Afonso Pena, Campos Sales e Prudente de Morais. A segunda etapa da ação será na zona Norte, quando alcançará também grandes avenidas como a Itapetinga, no conjunto Santarém.

De acordo ainda com Renata Larissa, o objetivo é prevenir a queda ou recomendar a devida  supressão (em casos de alto risco), e orientar a população sobre como proceder para comunicar à Semsur o risco ou a queda de árvores.  Há dois anos, a Semsur realizou um trabalho semelhante examinando a saúde das árvores com idade avançada e de grande  porte na região central da cidade, o que possibilitou a realização de um manejo preventivo.

Fonte: Blog FM.

Seja o primeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.